Laboratório de Saúde Pública de Sofala reforça resposta à Covid-19

O Ministro da Saúde, Armindo Tiago, inaugurou na manhã desta terça-feira, 29.12, o Laboratório de Saúde Pública de Sofala, uma infra-estrutura dotada de tecnologia PCR de gama para o diagnóstico do novo Coronavírus e realização de outro tipo de análises moleculares.

A infra-estrutura está avaliada em mais de 145 mil dólares norte-americanos, o equivalente a 10.8 milhões de meticais, financiados pelo Governo Moçambicano, Fundo Global e PNUD.

Falando no acto, Armindo Tiago explicou que o estabelecimento do Laboratório de saúde pública da Beira está enquadrado no processo de descentralização da capacidade de diagnóstico da Covid-19 e de outras infecções endémicas e epidémicas usando uma tecnologia moderna.

A infra-estrutura tem capacidade para testagem de 300 amostras por dia, o que juntando-se com o volume diário de 200 testes efectuados no laboratório da DREAM, perfazem um total de 500 amostras.

“Assim, a capacidade de diagnóstico na província de Sofala vai registar um incremento de 200 testes diários actuais para 500, elevando, igualmente, o volume nacional de testagem para cerca de 3.600 testes por dia”, explicou, indicando que para garantir o contínuo funcionamento do laboratório, dentro dos padrões recomendados pela OMS, foram treinados os técnicos locais.

“Portanto, a província de Sofala dispõe de mais recursos humanos qualificados para a realização da testagem da COVID-19. Este é um ganho importante para a província”, frisou.

O evento contou com a presença da Secretária de Estado da Província de Sofala, Stela Pinto Novo Zeca, o Governador da Província, Lourenço Bulha, representantes do Conselho Municipal da Beira, PNUD, entre outros convidados.